Pressentimentos

Sabe quando tudo está dando certo e do nada, simplesmente do nada, tudo parece escorregar por entre as suas mãos? É assim que eu estou me sentindo. É como se algo ruim fosse acontecer e o pior de tudo é que já sei o que irá acontecer. Eu odeio ter pressentimentos. É como se eu estivesse escalando uma montanha coberta de neve, e quando eu estou perto do topo – quase chegando lá – do nada aparece uma grande avalanche me levando junto com ela. É tão difícil entender o por quê as coisas são como são, mais ao mesmo tempo é fácil de entender por que elas acontecem. Só pelo simples fato de saber que o destino ou talvez uma força maior que ele esteja reservando algo melhor para nós – isso acaba sendo reconfortante. Porém, os pressentimentos continuam ali, só esperando a próxima brecha para te jogar novamente na avalanche e começar tudo outra vez.

Advertisements

Gostou deste post? Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s