Eu desisti de procurar

Eu desisti de procurar

Era uma madrugada fria de julho. Já se passaram horas desde que eu deitei e o sono não aparecia – típico – , até que me peguei pensando na vida e principalmente em você.

Talvez não tenha percebido, mas eu sim, que toda vez em que te via meu coração batia de um modo diferente que o normal. Mas, no final de tudo você  só sabia me olhar de longe e sorrir – isso já não era mais suficiente para mim.

Eu percebi que estava desistindo de tudo, inclusive de você. Não é fraqueza ou medo, não. É só pelo fato de eu ter cansado. Cansei de esperar. Cansei do amor que eu não recebi. Cansei das perguntas sem respostas. Cansei de esperar você me adicionar naquela rede social e me dizer um oi. Eu fui a primeira a perguntar como você estava. A primeira a dar o sorriso e fui a última a estar ao seu lado.

Sabe, eu não queria desistir, mas sinto que estou perdendo meu tempo – há tantas coisas melhores para se fazer, há tanto o que descobrir. Então, neste momento, por mais que me doa, eu desisto. Desisto de procurar por tudo e por você.

Acompanhem o Camafeu da Lia nas redes sociais: FacebookInstagramTumblr e Twitter.

Gostou deste post? Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s