Lugar nenhum

Lugar nenhum

Eu nunca me encaixei em nenhum lugar exato. Nunca fui de fazer parte de algum tipo de grupo ou panelinhas.

Eu sou de todos os lugares e ao mesmo tempo em não pertenço a nenhum deles. Eu conheço tanta gente, mas de fato, nem eu me conheço.

Existe horas que dá vontade de pegar o trem ou sair caminhando por aí como se minha vida dependesse disso.

Sou estranha, eu sei. Gosto de abraçar a solidão, tomar chá sozinha e ler algo em voz alta só para mim. Parece triste não?! Tudo bem, eu já me acostumei.

Já me doei por inteira, já ajudei tanta gente… E quando eu realmente mais precisava de um simples abraço elas vem e te traem. É como se tivessem dado um tapa em sua alma.

Mas, eu realmente deixei de me importar, com tudo. Já tive pensamentos horríveis de mim mesma. Não que eu tenha cogitado fazer algo estupido, claro que não.

É só que tudo isso está me cansando e eu continuo sorrindo, pegando alguns trens que a vida coloca na minha frente.

Eu só quero um pouco de paz interior. Quero algo simples, como uma poesia do Mario Quintana, talvez uma xícara de chá com pouco açúcar. Quero que os problemas parem de aparecer só por um segundo e nada mais.

E pelo menos uma única vez pegar o trem certo e encontrar um pouquinho de felicidade.

É, parece bom, para mim.

Me acompanhem em tempo real nas redes sociais: FacebookInstagramTumblr e Twitter.

One thought on “Lugar nenhum

Gostou deste post? Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s